Av. Getúlio Vargas, 1122 sala 06 - São Bernardo do Campo-SP 11 4226-2213 11 98837-3428

Dicas sobre filtros e bebedouros em escolas e hospitais

Gostou? compartilhe!

Conheça nossas Notícias

Dicas sobre filtros e bebedouros em escolas e hospitais

Hospitais e escolas possuem algumas características em comum. Entre elas, o grande fluxo de pessoas no dia a dia, o que potencializa consideravelmente a possibilidade de propagação de vírus e bactérias causadores de doenças diversas em pacientes e crianças. Uma das maneiras de reduzir esses riscos é focar na manutenção de filtros e bebedouros, incluindo a higienização dos aparelhos, além da escolha certa de quais equipamentos instalar em cada local.

Bebedouro IBBL BDF300

Segundo a TJL Filtros, os mais recomendados em escolas são os bebedouros acessíveis, como o bebedouro IBBL BFD300 (imagem), pois, além de atender uma quantidade alta de pessoas, ainda possui sistema para acessibilidade, sendo instalado em uma altura correta para utilização de cadeirantes e crianças, além de possuir teclas de acionamento em braile para deficientes visuais.

Os hospitais costumam utilizar purificadores de água, que exigem que cada pessoa utilize seu copo individualmente. “Como nesses ambientes estamos mais sujeitos à transmissão de doenças, indicamos a instalação de purificador de parede, para cada um se servir no copo descartável. Além disso, a higienização de filtros em hospitais é muito mais minuciosa”, explica Leonardo Castelli, diretor da TJL Filtros. O aparelho mais utilizado em hospitais é o Soft Plus (imagem) e o IBBL FR600 (imagem), já que são os melhores purificadores em termos de qualidade de água e capacidade de refrigeração (entregar água gelada aos consumidores).

Purificador de Água Soft Plus

Purificador de Água IBBL FR600

Em locais públicos, principalmente em hospitais e escolas, a higienização de filtros, bebedouros e purificadores de água deve ser muito criteriosa. É preciso haver trocas periódicas de peças dos purificadores, realizar a limpeza externa e interna, higienizar e, posteriormente, executar análise de água em alguns pontos aleatoriamente.

Um problema muito comum é que hospitais públicos abrem licitação ou concorrência de preço (por meio de carta-convite), em que o “mais barato” é contratado. Por isso, muitas vezes, o serviço não é bem feito, as peças não são devidamente trocadas e os aparelhos ficam sucateados. Geralmente, hospitais privados realizam a higienização corretamente e seguem o passo a passo recomendado para proporcionar uma água completamente livre de contaminantes.

Como ficar de olho

Nas escolas, a TJL Filtros sugere que os pais fiquem atentos quanto à qualidade da água oferecida aos filhos. “É fundamental haver essa conscientização. Quanto mais cobrança dos pais junto à escola, melhor. Recomendamos que os pais façam visitas esporádicas à escola do filho e verifique certificados e selos. Infelizmente, ainda existem muitas escolas que não fazem a higienização correta”, avalia o especialista.

Nos hospitais, também podemos verificar se o aparelho, seja ele bebedouro ou filtro, está em dia. Em alguns casos, o hospital expõe o Certificado em murais de aviso. “Geralmente, empresas como a TJL Filtros fornecem um certificado por local e, por isso, não vai ficar visível em todos os bebedouros. Porém, sempre haverá uma etiqueta nos bebedouros para checagem”, explica Castelli.

Cuidados extras

Além da limpeza feita periodicamente por profissionais da TJL Filtros, é importante que funcionários de escolas e de hospitais façam processos de desinfecção no dia a dia. Com papel toalha e álcool 70% já é possível realizar uma boa limpeza diária. “É crucial que não utilize o mesmo pano que limpa a parte externa do bebedouro ou purificador para limpar o bico da torneira, pois poderá contaminar a água. Já tivemos casos de pessoas que limparam o aparelho e colocaram o pano no bico da torneira em seguida, acarretando em contaminação. A identificação da causa nem sempre é simples”, explica.

Gostou do texto? Fique à vontade para sugerir novos temas para nosso blog. Se tiver dúvidas, entre em contato pelos nossos canais de atendimento ou deixe seu comentário abaixo e entre para a conversa.

Não perca nossos próximos posts. Ah, aproveite e siga a TJL Filtros nas redes sociais:

Facebook (/tjlfiltros) e Instagram (@tjlfiltros).



Gostou? compartilhe!

Whatsapp TJL Filtros